terça-feira, 16 de dezembro de 2008

NATAL DE ONTEM...HOJE...SEMPRE!

Natal é sempre que o Homem quizer... mas não tenhamos ilusões: NATAL É ALGO QUE TERÁ DE NASCER NO CORAÇÃO DOS HOMENS DE BOA VONTADE... DEIXANDO DE SER UMA MERA OPERAÇÃO MERCANTILISTA, UM PERÍODO EM QUE SE CONVIDAM AS PESSOAS A DAR LARGAS AO SEU ESPÍRITO DE BENEMERÊNCIA, COMPRANDO E OFERECENDO TUDO E MAIS ALGUMA COISA, COMO SE LIMPASSEM CONSCIÊNCIAS DE UM ANO EM QUE HOUVE APENAS E TÃO SÓ EGOÍSMOS, FALTAS DE SOLIDARIEDADE, PROMESSAS VÃS DE PROPÓSITOS NÃO CUMPRIDOS!
Natal é a festa dos simples, daqueles que ainda vêem na Família a base em que assenta a verdadeira sociedade que deseja apenas e tão só a felicidade de todos os seus membros. No Natal somos convidados à partilha solidária e não ao consumismo desenfreado que tem sido uma constante neste jardim da Europa à beira mar plantado que se chama Portugal!
Em Tancos, nos tempos da Base Aérea 3, o Natal era mesmo a festa da Família Militar que nos orgulhávamos de ser! Era um período de convívio fraterno entre todos os Militares e Civis, não faltando a chegada do Pai Natal, que podia vir de avião, helicóptero ou de... carro! O que importava era o espírito criado entre todos, a alegria das crianças, as guloseimas da época, as prendas que o velho das barbas brancas trazia lá da Lapónia distante... bastando que houvessem tido o cuidado de se comportar como deve ser, dizia ele, enquanto piscava o olho, pois trazia tudo o que era necessário para fazer os miúdos felizes.
Como eram felizes esses Natais da Base! Como nos deixam nostalgia bem sentida, porque sabemos que não mais será possível viver esse espírito... porque a Base Aérea nº. 3 já não faz parte do património aeronáutico do País, e não creio que o Exército viva essa data com a mesma alegria com que o fazia o pessoal da FAP, habituado que estava a andar mais perto de Deus, quando cruzava os céus de Tancos.
Mesmo assim...
FELIZ NATAL... FELIZ ANO NOVO... BOAS FESTAS!!!

1 comentário:

Anónimo disse...

Obrigado

Bem haja