quinta-feira, 11 de março de 2010

11 de Março... que verdade?

"Fomos enganados" - choravam os Páras...!
Há 35 anos, partiram algumas aeronaves da Base Aérea nº. 3 e forças terrestres do Regimento de Caçadores Paraquedistas tendo como missão repôr a "legalidade revolucionária" prometida estabelecer quando da Revolução dos Cravos, que acontecera em Abril do ano anterior, mas que era constantemente desvirtuada por acção de uns tantos que até se davam ao trabalho de inventar novas fórmulas para os Juramentos de Bandeiras, gente essa que arregimentou Soldados e Marinheiros para as mais "cativantes epopeias da indisciplina", como foram os célebres SUV - Soldados Unidos Vencerão - de inspiração ideológicamente extremista... e comunista.
"Heróis" de cara destapada... SUV!
Não sei nem interessa aqui saber-se se foi uma intentona, uma inventona, ou uma curiosa maneira de se cozinharem as nacionalizações que vieram no seguimento uma maneira inovadora de fazer a implementação de uma série de "tropelias e desmandos" cometidos num PREC que até esteve para levar este País rumo à guerra civil.
"O Povo saíu à rua"... manobrado pelo PCP
O PCP logo tratou de chamar a si os louros da travagem da "contra-revolução da direita spínolista", que já era referida na célebre inventona do 28 de Setembro, com a "maioria silenciosa".

O MFA... comunista
Tancos serviu para cimentar as maquinações cenográficas de uma hipotética contra-revolução, porque deu mais força ao populismo da Cintura Industrial de Lisboa, que servia às mil maravilhas as ideias de um Otelo que manobrava o Movimento das Forças Armadas a seu belo prazer, porque dava ao "Rolhas", de mão beijada, as rédeas de um País que se encontrava cada vez mais refém da esquizofrenia comunista de Vasco Gonçalves à beira da loucura .
O que valeu foi que a muitos se abriram os olhos o 11 de Março pretendeu fechar... com os acontecimentos de 25 de Novembro, que foi realmente salutar para estabelecer as bases definitivas da democracia.
Levou tempo... mas resultou! O 11 de Março e o Gonçalvismo foram retirados do calendário dos eventos patrióticos, em boa hora!

Sem comentários: