domingo, 11 de abril de 2010

DIA DO COMBATENTE

Relacionado com o anterior escrito, que aludia à necessidade de o dia 09 de Abril ser considerado o DIA DO COMBATENTE, algumas perguntas me foram formuladas, entre as quais a sacramental MAS... NÃO FOI O CAVACO SILVA PRESTAR HOMENAGEM AOS COMBATENTES NA BATALHA? Depois, justificando a pergunta, lá vem a informação de que foi anunciado estar a comemorar-se o DIA DO COMBATENTE, dando eu apenas como um "ENTÃO EU NÃO SEI? PENSA UM POUCO... DEPOIS DIZ-ME O QUE NÃO PERCEBES, QUE EU EXPLICO!".
Bem... não vou deixar por explicar aquilo que pretendia dizer, que é simples: O 09 de Abril é, desde há bastantes anos, o Dia dos Combatentes, mas algumas teimosias têm atirado o 10 de Junho para a frente e parece que o Governo não parece estar interessado em dizer de sua justiça sobre o assunto, levando a que o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades também funcione como dos Combatentes.
Assim, seria bom que por uma vez fossem marcadas as homenagens devidas aos Militares de Terra, Mar e Ar que tombaram em defesa da Pátria, em todas as guerras que aconteceram e em que Portugal esteve envolvido. Mas, comulativamente, devem homenagear-se também aqueles que deram os melhores anos da sua vida na defesa da Pátria do Minho a Timor.
Não foi desonra ter-se sido Combatente nas guerras de África. Antes pelo contrário! Desonra foi aqueles que fugiram, que se acobardaram e foram para onde não pudessem estar sujeitos a ir cumprir o dever de defender os compatriotas em perigo nas terras da guerra, regadas pelo sangue dos melhores de nós, que caíram no campo da honra para que os outros vivessem!
Recordar os Combatentes tem de ser um imperativo de consciência dos Portugueses, que devem mostrar-lhes que a Pátria os não esqueceu e se honra deles!
O 09 de Abril tem de ser verdadeiramente de recordação de todos os que um dia, com honra, souberam servir a sua Pátria!

Sem comentários: