quarta-feira, 13 de outubro de 2010

REFORMAS NA SAÚDE MILITAR

Clicar para lêr
Comentários para quê? Leiam e pensem maduramente neste documento! Lima Coelho e a Associação de Sargentos que preside têm de saber que podem contar com cada um de nós, Sargentos e Praças, esperando-se que a Associação de Oficiais não se mostre contra a possibilidade de um dia poder haver um Sindicato dos Militares das Forças Armadas, única forma de lutar contra o estado de coisas a que se chegou.
Não é uma questão de vencimentos, de reformas na Saúde Militar, Progressão de Carreiras ou qualquer outro interesse corporativo! Não! São as mentiras constantes que ouvimos por parte dos titulares da Instituição Militar, a começar pelo Exmº. Ministro da Tutela e os seus Secretários e Chefes dos Ramos das Forças Armadas.
Nós, antigos Militares que agora estamos na Reforma, temos medo pelo que está para acontecer aos que se encontram ainda ao serviço, pois não auguramos nada de bom, a avaliar pelos sinais que vamos constatando no quotidiano.
Perder a dignidade... nunca!!!

Sem comentários: